Mundo

MP francês pede prisão perpétua para assassino de menina lusodescendente

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A justiça francesa pediu hoje prisão perpétua com um período de prisão efetiva de pelo menos 22 anos para Nordahl Lelandais, assassino confesso de Maëlys de Araujo, menina lusodescendente de 08 anos que morreu em 2018.

“Peço-vos que declarem Nordahl Lelandais como um grande criminoso, um grande predador, culpado dos factos que aqui relatámos e de o condenarem a prisão perpétua, garantindo uma pena de prisão efetiva de, pelo menos, 22 anos”, pediu esta manhã o Ministério Público francês.

Comentários

topo