País

Nuno Melo é candidato à liderança e diz que o CDS “não acabou”

(C) LUSA
Partilhe esta notícia!

O eurodeputado Nuno Melo anunciou hoje que é candidato à liderança do CDS-PP por sentir a “obrigação de dar o peito às balas” e recusou “deitar a toalha ao chão”, sustentando que o partido “não acabou”.

“Sou candidato à presidência do CDS no próximo congresso”, afirmou Nuno Melo na apresentação da candidatura, na sede centrista, em Lisboa.

Perante uma sala cheia, o dirigente apontou que sentiu “a obrigação de dar o peito às balas” pelo CDS-PP e recusou “deitar a toalha ao chão”.

Apesar de considerar que o partido tem pela frente um desafio “difícil”, Nuno Melo defendeu que “o CDS não acabou” e que “faz falta a Portugal”.

Comentários

topo