Mundo

Russo que controla Minipreço na lista de sanções europeias

O oligarca russo Mijaíl Fridman é a 128ª pessoa mais rica do mundo
Partilhe esta notícia!

O nome do milionário, que apelou ao fim da guerra na Ucrânia, aparece na lista de sancionados apresentado por Bruxelas.

O oligarca russo Mijaíl Fridman, empresário russo dono do grupo LetterOne – detentora das lojas Minipreço, negócio do grupo Dia em Portugal – aparece na lista dos sancionados pela União Europeia. A notícia é avançada pelo jornal espanhol El País.

“Ele [Fridman] cultivou fortes laços com o governo de Vladimir Putin e tem sido um dos financiadores de referência no estreito círculo de Putin”, justifica o documento a que o El País teve acesso.

Fridman, que nasceu no oeste da Ucrânia em 1964, não terá permissão para entrar nos países da UE e os seus bens serão congelados, de acordo com a decisão. O empresário, cuja fortuna ascende a quase 12.000 milhões de dólares (cerca de 10.700 milhões de euros), segundo a revista Forbes, é um dos fundadores do grupo Alfa, que inclui uma das maiores entidades financeiras russas, o Alfa Bank, que já foi atingido pelas sanções da UE.

Também estão incluídos no documento da lista sancionada Igor Sechin, CEO da petrolífera Rosneft; Nikolai Petrovich, executivo-chefe da empresa de oleodutos Transneft; e Pyotr Aven, sócio de Fridman e, como ele, fundador do grupo Alfa.

A União Europeia considera que Mijaíl Fridman “apoiou material e financeiramente ter-se-á beneficiado com as  decisões relativas à anexação da Crimeia – em 2014, pela Rússia.”

Acredita ainda a UE que Fridman “também apoiou políticas que minam ou ameaçam a integridade territorial, a soberania e a independência da Ucrânia.”

O congelamento de bens visa impedir Fridman de vender ou lucrar com os mesmos ou com a sua atividade, enquanto a sanção estiver em vigor.

De acordo com a Forbes, Mijaíl Fridman é a 128ª pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna avaliada em cerca de 11,3 mil milhões de dólares (cerca de 10 mil milhões de euros).

Comentários

topo