Mundo

Oligarca russo ficou literalmente “a ver navios” com o seu iate a ser confiscado

Partilhe esta notícia!

O oligarca russo Igor Sechin, presidente do grupo petroleiro russo Rosnef, ficou literalmente a “ver navios”, tendo o governo francês procedido à apreensão de um iate propriedade de uma empresa com ligações a si. O anúncio foi feito pelo Ministério francês das Finanças.

A apreensão, que decorreu nesta madrugada, foi realizada por agentes alfandegários num estaleiro no porto francês de La Ciotat, sob as novas sanções emitidas pela União Europeia.

O iate, “Amore Vero”, é propriedade de uma empresa de que Sechin é diretor e terá sido identificado com o principal acionista.

O iate chegou a La Ciotat a 2 de janeiro, para fazer alguns reparos num prazo de três meses. Na altura da apreensão, “o navio estava em preparação para navegar com urgência sem ter concluído o trabalho planeado”, dizia o comunicado.

O “Amore Vero”, de 86 metros de comprimento, foi construído pelo estaleiro holandês Oceanco. O convés principal pode ser transformado em heliporto.

“A Alfândega francesa procedeu à apreensão do iate ‘Amore Vero’ em La Ciotat, no âmbito da aplicação das sanções da União Europeia contra a Rússia”, informou o Ministério francês das Finanças, em comunicado.

Comentários

topo