Mundo

Oligarca russo transportado por jato português. Regulador de aviação nacional investiga

Partilhe esta notícia!

A denúncia partiu do hacker português Rui Pinto. Alexander A. Mikheev, um oligarca russo, terá alugado um jato de matrícula portuguesa [CS-DHZ] para se deslocar do Dubai para Hanói, capital do Vietname, em plena guerra na Ucrânia e com várias sanções a decorrer ao regime russo.

Rui Pinto, fundador do Football Leaks, utilizou o Twiter para fazer a denúncia de que o milionário, que é diretor-geral da Rosoboronexport, estaria acompanhado de Alexander Shcherbinin, vice-presidente da empresa russa de helicópteros Russian Helicopters JSC – empresa única no fabrico de helicópteros na Rússia

Em declarações à CNN Portugal, a Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC) confirma que a aeronave em questão está inscrita no Registo Aeronáutico Nacional, e que a empresa detentora do jato é a Vinstra Ltd., com sede em Tortola, nas Ilhas Virgens. Adianta ainda que “está a analisar a situação que veio a público tendo em conta o enquadramento definido no Regulamento Europeu que aplica as sanções.”

Mikheev nasceu em 18 de novembro de 1961 em Moscovo. É formado em engenharia aeronáutica pelo Instituto de Engenharia de Aviação Civil de Moscovo em 1985. Obteve um mestrado na Academia Militar do Estado-Maior das Forças Armadas Russas em 2005. Em janeiro de 2017, tornou-se CEO da JSC Rosoboronexport, empresa do ramo de produtos, tecnologias e serviços militares. Na apresentação da empresa pode ler-se que “está ativamente envolvida na prossecução da política nacional da Federação Russa na área de cooperação técnica militar com países estrangeiros.”

Comentários

topo