Mundo

Putin tem estratégia para começar a ‘desfazer’ a Ucrânia a partir do sul do país

(c) Semanário V
Partilhe esta notícia!

Com o controlo de Mariupol, e já tendo dominado Kherson, Putin pretende ligar a cidade de Odessa, zona estratégica pela proximidade ao Mar Negro, no sudoeste do país, ao território ocupado da Crimeia, isolando a Ucrânia do mar.

A cidade de Kherson, no sul da Ucrânia, perto da península da Crimeia, foi, durante a última madrugada, tomada pelas forças russas, assim confirmou o seu autarca, Igor Kolykhaev, citado pelo New York Times. “O exército ucraniano não está aqui. A cidade está cercada”, referiu, acrescentando que a Rússia está a planear realizar uma administração militar na cidade. E apesar de o governo ucraniano referir que Kherson continua “nas mãos” da Ucrânia, a Rússia, que tomou as suas rédeas, garantiu que as infraestruturas civis, assim como os transportes públicos, estão a funcionar.

Tropas russas ‘conquistam’ a primeira grande cidade na Ucrânia (Kherson)

Esta estratégia pode significar que as forças russas estabeleceram uma cabeça de ponte, termo militarmente usado quando uma força militar ocupa uma posição provisória em território inimigo, do outro lado do rio, neste caso, com o objetivo de possibilitar um posterior avanço. A partir dessa cabeça de ponte, os russos ficam capacitados de atravessar o rio Dniepre, que separa a Ucrânia em dois e passa pelas cidades de Kiev, Denipropetrovsk, Zaporizhzhya e Kherson, e seguir para oeste e norte para atacarem Kiev.

A Ucrânia alertou, também, que Putin planeia utilizar a sua frota do Mar Negro com o objetivo de realizar uma invasão marítima no sudoeste do país. A cidade portuária de Mariupol, onde vivem cerca de 500 mil pessoas, está já a ser dominada, com os separatistas pro russos em Donetsk a confirmarem, na última quarta-feira, o bloqueio da cidade, segundo um representante da milícia Eduard Basurin, citado pela agência de notícias russa Interfax. O abastecimento de água e eletricidade foram cortados e as ligações ferroviárias encerradas nesta cidade portuária muito importante, por onde passa 90% da produção mundial de gás néon.

Com o controlo de Mariupol, e já tendo dominado Kherson, Putin pretende ligar a cidade de Odessa, zona estratégica pela proximidade ao Mar Negro, no sudoeste do país, ao território ocupado da Crimeia, isolando a Ucrânia do mar. De acordo com o presidente da câmara da cidade, podiam, de facto, ver-se navios russos a “chegar a Odessa”.

Comentários

topo