Mundo

Rússia anuncia nova trégua humanitária para quarta-feira de manhã

Refugiados cruzam as fronteiras da UE para fugir de bombardeios na Ucrânia - Fronteira da Eslováquia © 2022 Yanosh Nemesh Semanário V
Partilhe esta notícia!

O Exército russo anunciou hoje uma nova trégua para retirada de civis na Ucrânia a partir das 07:00 (hora de Lisboa) de quarta-feira, com a implementação de corredores humanitários.

“A Rússia anuncia um regime de cessar-fogo a partir de 09 de março, às 10:00, horário de Moscovo, e está preparada para estabelecer corredores humanitários”, adiantou fonte do Governo russo, citada pela agência de notícias TASS.

De acordo com Moscovo, esta proposta será transmitida às autoridades ucranianas, que devem, como no dia anterior, confirmar até às 00:00 (hora de Lisboa) a localização dos corredores humanitários e a partir de que horas vão funcionar.

Os primeiros corredores de evacuação foram montados na manhã de terça-feira, particularmente em Sumy (nordeste), de onde saíram dois comboios durante o dia.

Os primeiros civis retirados da cidade de Sumy através de corredores humanitários chegaram “com segurança” ao centro do país, de acordo com o chefe-adjunto do gabinete do Presidente da Ucrânia, Kyrylo Tymoshenko.

“A primeira caravana de 22 autocarros já chegou a Poltava”, anunciou o governante no Telegram, acrescentando que uma segunda caravana de 39 autocarros estava a caminho.

A evacuação também continuou na região de Kiev. Noutras cidades, como Busha (norte) ou Mariupol (sul), os civis permanecem retidos.

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que causou pelo menos 406 mortos e mais de 800 feridos entre a população civil e provocou a fuga de mais de dois milhões de pessoas para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

Comentários

topo