Mundo

Centro oncológico e hospital bombardeados em Mykolaiv (Ucrânia)

(C) Twitter
Partilhe esta notícia!

A cidade portuária de Mykolaiv, no sul da Ucrânia, perto de Odessa, foi bombardeada durante a noite de sexta-feira para hoje, tendo sido atingidos um centro oncológico e um hospital oftalmológico, observou uma jornalista da AFP.

As janelas do recentemente renovado centro de combate ao cancro, onde os pacientes recebem tratamentos de quimioterapia durante o dia, foram destruídas. Impactos de projéteis eram visíveis nas portas.

“Dispararam sobre estas áreas civis, sem nenhum objetivo militar. Aqui há um hospital, um orfanato, um centro oftalmológico”, todos localizados no bairro de Ingoulski, na zona norte da cidade, indicou Dmytro Lagotchev, chefe do hospital.

No momento do ataque nenhum paciente ou cuidador estava no centro oncológico, mas o hospital oftalmológico abrigava um número não especificado de pacientes.

“Passámos a noite inteira na cave. Tudo estava a tremer e os pacientes estavam aterrorizados”, disse a diretora do hospital, Kasimira Rilkova.

O médico chefe da unidade de saúde, Maksim Beznosenko, disse que várias centenas de pacientes estavam no hospital durante o ataque, que não causou vítimas.

Em Ingoulski, os habitantes já não têm aquecimento e muitos estão a abandonar o local.

A Rússia lançou a 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já causou pelo menos 549 mortos e mais de 950 feridos entre a população civil e provocou a fuga de 4,5 milhões de pessoas, entre as quais 2,5 milhões para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

Comentários

topo