Desporto

Carlos Carvalhal quer Braga a querer vencer mesmo em vantagem na eliminatória

Partilhe esta notícia!

O treinador do Sporting de Braga prometeu hoje uma equipa “virada para a baliza adversária” diante do Mónaco, na quinta-feira, na segunda mão dos oitavos de final da Liga Europa de futebol, para garantir a passagem aos ‘quartos’.

Os bracarenses venceram na primeira mão, por 2-0, com golos de Abel Ruiz e Vítor Oliveira, e Carlos Carvalhal admitiu que essa vantagem dá uma certa “margem de confiança” à equipa.

“O Mónaco é uma grande equipa, vamos abordar o jogo como se estivesse 0-0. Queremos marcar amanhã [quinta-feira], sendo o nosso grande objetivo qualificar-nos” para os quartos de final, disse Carlos Carvalhal na antevisão da partida.

O treinador dos minhotos disse ser “uma incógnita o que o Mónaco vai fazer”, mas frisou a intenção do Sporting de Braga ser uma equipa “competitiva, coesa e muito virada para a baliza adversária”.

“Sempre que tivermos a bola, temos que ter o objetivo de fazer golo e concretizar as jogadas, esse tem sido o ADN contra todas as equipas. Mas também temos que ser uma equipa equilibrada, o Mónaco tem muita qualidade individual, por si só é uma equipa de vocação ofensiva e temos que estar permanentemente equilibrados”, frisou.

Com a presença do presidente do Sporting de Braga, António Salvador, na sala de imprensa do estádio monegasco, Carlos Carvalhal vincou ter passado aos jogadores “a ideia de que é possível vencer o jogo”.

“É dificílimo, o adversário é muito difícil, mas é possível vencer, é nisso que estamos determinados”, disse.

Se se qualificar, será a terceira vez que o Sporting de Braga atinge os quartos de final da Liga Europa, mas o treinador não evitou rir perante a pergunta se o grupo pensa na conquista da prova.

“Jogámos na quinta-feira [1.ª mão], depois preparámos o jogo de domingo [com o Gil Vicente, para o campeonato], agora preparámos este, depois vamos jogar a Portimão no domingo [para a I Liga], é dia a dia, jogo a jogo. Temos os pés bem assentes no chão”, disse.

Para Castro, a vantagem trazida de Braga é como se a equipa “estivesse a ganhar ao intervalo 2-0”.

“Mas, sinceramente, vamos para tentar vencer o jogo de amanhã [quinta-feira], porque, se entrarmos com outro tipo de pensamento, seria prejudicial para nós”, frisou o experiente médio.

Sporting de Braga e Mónaco defrontam-se a partir das 17:45 de quinta-feira (18:45 locais), no Estádio Luís II, jogo que será arbitrado pelo sueco Andreas Ekberg.

Comentários

topo