Vila Verde

Santa Casa de Vila Verde e Câmara acolhem 34 refugiados na residencial Martins

(c) Município de Vila Verde
Partilhe esta notícia!

Um grupo de 34 pessoas refugiadas da guerra na Ucrânia foi recebido ontem em Vila Verde, ao abrigo da cooperação estabelecida pelo Município com a plataforma de cooperação liderada pelo Alto Comissariado para as Migrações.

Os 34 refugiados – na maioria mulheres e crianças, incluindo várias com apenas 1 ano de idade – foram instalados na requalificada antiga Residencial Martins, da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde.

Fotos: Município de Vila Verde

A presidente da Câmara Municipal, Júlia Rodrigues Fernandes, deu as boas-vindas ao grupo, disponibilizando “todo o apoio para a melhor adaptação e integração, num momento extremamente duro e difícil, face às consequências devastadoras da guerra”.

Como lembrou a autarca, são pessoas que acabam de perder familiares devido à guerra, para além de terem sido obrigados a fugirem em desespero, deixando tudo para trás, para salvarem as próprias vidas e as dos filhos.

Júlia Fernandes esteve acompanhada nesta receção ao grupo de ucranianos pelo provedor da Misericórdia, Bento Morais, colaboradores da instituição, assim como pelo vice-presidente da Câmara, Manuel Lopes, e pela técnica do serviço de ação social do Município, Alexandrina Cerqueira.

Um médico e uma tradutora ucranianos assumiram o trabalho de intérpretes, ajudando na organização logística e instalação do grupo na antiga Residencial Martins.

Os refugiados ucranianos – oriundos de diferentes zonas sob ataque militar da Rússia – fizeram uma viagem de três dias em autocarro, desde a cidade polaca de Cracóvia até Vila Verde.

No concelho de Vila Verde estão já instalados refugiados vindos daquele país em instalações do Centro Social Vale do Homem em Ponte S. Vicente e em casas cedidas por famílias vilaverdenses, designadamente Vila Verde, Pico de Regalados e Vade.

Várias ações de solidariedade para recolha de bens e apoios a favor dos ucranianos têm sido organizadas por diversas instituições no concelho. Continuam também disponíveis para receber ajudas solidárias a Loja Social de Prado (das 90h30 às 16h00) e o Serviço de Ação Social do Município de Vila Verde (8h30-13h00 e 14h00-16h00).

Comentários

topo