Braga

Bosch quer contratar este ano 250 colaboradores para centro de I&D de Braga

Partilhe esta notícia!

A Bosch pretende contratar, até ao final deste ano, 250 colaboradores com “perfis especializados” nas áreas das tecnologias de informação e da engenharia de ‘software’, anunciou hoje a empresa.

Em comunicado, a Bosch acrescenta que aqueles profissionais se destinam ao centro de Investigação e Desenvolvimento (I&D) de Braga.

No mesmo comunicado, a empresa refere que vai promover, durante o mês de abril em Braga, Porto e Guimarães, o “Road2Bosch”, para dar a conhecer algumas das tecnologias para a condução autónoma que estão a ser desenvolvidas naquele centro I&D.

Na iniciativa, a empresa levará à rua veículos equipados com duas das soluções inovadoras para o futuro da mobilidade: as tecnologias V2X (Vehicle to X Communication), distinguida com o “Prémio Tecnologia e Inovação do Carro do Ano 2022”, e os sensores de perceção LiDAR.

Explica que o V2X é conjunto de soluções de comunicações veiculares no âmbito de carros autónomos (quatro rodas) e veículos de duas rodas, que potencia o caminho para a comunicação entre veículos, pessoas e infraestruturas.

Os sistemas LIDAR são uma tecnologia central no ‘road-map’ global para a condução autónoma, com sensores, dotados de uma resolução alta, que permitem a obtenção de informação geométrica “muito detalhada” do ambiente à volta do veículo.

O “Road2Bosch” arranca no sábado, no campus da Universidade do Minho, em Guimarães.

Toda a ação contará com a presença de especialistas da Bosch que fazem parte das equipas de I&D de Braga e que estarão disponíveis para explicar as tecnologias aplicadas nos veículos em exposição, dar a conhecer o trabalho desenvolvido pela Bosch em Portugal na área da mobilidade conectada e autónoma, e esclarecer sobre as tendências do futuro para as quais a empresa está a trabalhar.

A atividade estará aberta não só aos estudantes da Universidade do Minho, mas também a todos os interessados em conhecer aquelas tecnologias mais de perto.

“As equipas de I&D da Bosch em Braga tem vindo a desenvolver sensores de perceção e localização, sistemas de comunicação entre veículos e infraestrutura rodoviária, soluções para a monitorização dos ocupantes de veículos, aplicações para a mobilidade, entre outras tecnologias inovadoras que estão a moldar a mobilidade conectada e autónoma”, diz ainda o comunicado.

Comentários

topo