Mundo

Ucrânia. Aeroporto de Dnipro destruído após bombardeamento russo

(C) Twitter
Partilhe esta notícia!

O aeroporto de Dnipro, uma grande cidade no leste da Ucrânia, foi hoje novamente bombardeado pelos russos e ficou “completamente destruído”, anunciou o governador regional.

“Novo ataque ao aeroporto de Dnipro. Não sobrou nada. O próprio aeroporto e as infraestruturas próximas foram destruídos. E os mísseis continuam a voar”, escreveu Valentin Reznichenko, governador regional, na rede Telegram.

“O número de vítimas está a ser determinado”, adiantou.

O aeroporto de Dnipro já tinha sido atingido a 15 de março por um bombardeamento russo, tendo a pista de aterragem sido destruída e o terminal danificado.

Dnipro, uma cidade industrial de um milhão de habitantes atravessada pelo rio Dnieper (Dnipro, em ucraniano), que marca o limite das regiões orientais do país, tinha sido até agora relativamente poupada pelo avanço do exército russo.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que matou pelo menos 1.626 civis, incluindo 132 crianças, e feriu 2.267, entre os quais 197 menores, segundo os mais recentes dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real de vítimas civis ser muito maior.

A guerra já causou um número indeterminado de baixas militares e a fuga de mais de 11 milhões de pessoas, das quais 4,4 milhões para os países vizinhos.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Comentários

topo