Braga

Turistas ‘chocados’ com quantidade de ‘beatas’ junto à Sé de Braga

(c) Carlos Dobreira
Partilhe esta notícia!

No dia 9 de abril recolheram-se 400 beatas de cigarro em 2 horas e 30 minutos e a 14 de abril recolheram-se 600 beatas de cigarro em 3h e 30m, todas em ruas, largos e praças do centro histórico, desde a Rua D. Diogo de Sousa, Largo D. João Peculiar, Rua do Souto, Rua de S. Marcos, Largo do Barão de S. Martinho, Praça da República, Rua de S. António, Praça do Município e Praça Conde de Agrolongo, disse ao Semanário V Carlos Dobreira ativista bracarense.

Fotos: Carlos Dobreira


A recolha de beatas de cigarro e de resíduos recicláveis chocou os turistas, com destaque para os de nacionalidade espanhola, dado ter ocorrido nas imediações da Sé Catedral e de diversos templos religosos.

As 1 000 beatas de cigarro recolhidas serão doadas ao Laboratório da Paisagem (Guimarães) para transformação em estrutura construtiva (e-tijolo).

Recorde-se que o Município de Braga não tem uma política visível de recolha e de valorização das beatas de cigarro.

Comentários

topo