Vila Verde

‘Ovo na Ponte’ deixa rasto de poluição nas ruas de Prado e no Rio Cávado

(C) Carlos Dobreira
Partilhe esta notícia!

O evento Ovo na Ponte, ocorrido na noite de Domingo de Páscoa, deixou uma pegada ecológica assinalável e desrespeitou o Rio Cávado, disse ao Semanário V o ativista Carlos Dobreira.

Recorrendo a uma fotogaleria o ativista conta que o tabuleiro da ponte medieval que liga Prado a Merelim (São Paio) e Palmeira e as imediações do mesmo estavam, hoje de manhã, conspurcadas de cheiro a álcool, copos e garrafas de plástico, rolhas, beatas de cigarro e até ovos cozidos e cascas.

“Porém, o mais grave neste evento ocorreu com a utilização de pirotecnia junto ao Rio Cávado, sendo ainda visíveis os materiais pirotécnicos utilizados”, conclui Carlos dobreira que vai expor o caso às Câmaras Municipais de Braga e de Vila Verde e à Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Fotos: Carlos Dobreira

Comentários

topo