Região

Estudante de 17 anos detido pela autoria de nove incêndios em Arcos de Valdevez

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Um estudante, de 17 anos, foi detido pela autoria de nove incêndios florestais ocorridos entre 12 de fevereiro e 04 de abril, numa freguesia do concelho de Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo, anunciou hoje a PJ.

“Os vários locais onde os incêndios ocorreram situam-se numa zona onde existiam condições de propagação a manchas florestais de grandes dimensões, gerando enorme risco, potencialmente alimentado pela carga combustível ali existente e pela orografia própria da região, o que se traduziu em perigo concreto para as pessoas, para os seus bens patrimoniais e para o ambiente”, refere a Polícia Judiciária (PJ), em comunicado.

Esta força de investigação criminal acrescenta que os incêndios “consumiram vegetação herbácea, mato e arvoredo (principalmente pinheiros)”, sublinhando que os incêndios só não atingiram maiores proporções “devido à rápida e eficaz intervenção dos Bombeiros”.

“A freguesia onde ocorreram os incêndios é, recorrentemente, e há vários anos a esta parte, alvo de ignições com natureza dolosa e que resultam em grandes áreas ardidas”, indica a PJ.

O detido “terá recorrido a chama direta para as respetivas ignições e atuado por motivos fúteis”, lê-se ainda no comunicado.

O jovem vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.

A investigação esteve a cargo do Departamento de Investigação Criminal de Braga da PJ, com a colaboração do Grupo de Trabalho para a Redução de Ignições em Espaço Rural – Zona Norte.

Comentários

topo