País

Presidente da República lamenta morte de jornalista da CMTV

(C) Frame CMTV
Partilhe esta notícia!

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou hoje o óbito da jornalista da CMTV e do Correio da Manhã Marta Louro, que morreu na tarde de quarta-feira num acidente rodoviário no eixo Norte-Sul, em Lisboa.

“O Presidente da República tomou conhecimento, com consternação, da morte da jornalista Marta Louro, em deslocação de trabalho, apresentando à família e amigos sentidos pêsames”, lê-se no ‘site’ da Presidência.

De acordo com o Correio da Manhã, a jornalista de 27 anos seguia numa mota quando embateu contra um veículo ligeiro entre as saídas das Laranjeiras e Sete Rios.

A jovem não resistiu aos ferimentos, tendo óbito sido declarado no local.

Marta Louro, jornalista da CMTV, morre em acidente de moto em reportagem

À Lusa, fonte do INEM disse que uma mulher, com aproximadamente 27 anos, morreu na quarta-feira num acidente entre um motociclo e um ligeiro ocorrido no Eixo Norte-Sul, em Lisboa, junto à saída para as Laranjeiras.

De acordo com fonte do INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica, o acidente provocou uma vítima mortal do sexo feminino e um ferido, do sexo masculino, com aproximadamente 40 anos e que foi transportado ao hospital “em estado grave”.

Segundo fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, o alerta para o acidente deu-se cerca das 14:00, no sentido Norte-Sul.

De acordo com as informações policiais, o acidente envolveu um motociclista e um veículo ligeiro, tendo um dos passageiros do motociclo, onde seguiam duas pessoas, “sido projetado por cima do separador”.

Com Agência LUSA

Comentários

topo