Mundo

Avião russo detetado a violar espaço aéreo na Dinamarca

Partilhe esta notícia!

Um avião russo de reconhecimento foi detedado hoje a violar o espaço aéreo da Dinamarca e o país vai convocar o embaixador da Rússia para explicar o incidente, anunciou hoje o chefe da diplomacia dinamarquesa.

“O embaixador russo foi convocado para se deslocar ao Ministério das Relações Exteriores esta segunda-feira. Uma nova violação russa do espaço aéreo dinamarquês. Isso é completamente inaceitável e particularmente preocupante na situação atual”, escreveu Jeppe Kofod, na rede social Twitter.

O incidente ocorreu na noite de sexta-feira, altura em que um avião de reconhecimento russo se introduziu no espaço aéreo dinamarquês a leste de Bornholm (ilha báltica dinamarquesa) antes de entrar no espaço aéreo sueco, esta última parte do episódio foi divulgada pela defesa sueca no sábado transato.

“É um avião de reconhecimento que esteve em nosso espaço aéreo por um tempo muito curto. Dois F-16 dinamarqueses intervieram imediatamente”, disse à agência de noticias AFP Henrique Mortensen, assessor de imprensa da Defesa dinamarquesa.

O avião russo deixou depois o espaço aéreo dinamarquês. Esse tipo de incidente “raramente acontece”, acrescentou Mortensen.

Ao contrário da Suécia, onde um debate sobre o assunto está em andamento, a Dinamarca é membro da NATO.

Um avião russo de reconhecimento foi detetado a violar o espaço aéreo da Suécia na sexta-feira passada, numa altura em que o país escandinavo pondera uma adesão à Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO).

Em comunicado, o departamento de Defesa da Suécia revelou que um aparelho russo AN-30 “violou o espaço aéreo sueco na noite de sexta-feira” e que o aparelho foi acompanhado e fotografado pelas autoridades.

No início de março, quatro aviões de guerra russos já tinham entrado brevemente no espaço aéreo sueco, a leste da ilha báltica de Gotland.

Comentários

topo