Ponte de Lima

Funeral de Sónia, morta pelo marido em Ponte de Lima, realiza-se esta quinta-feira

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Um homem matou a mulher a tiro na freguesia da Correlhã, em Ponte de Lima, no distrito de Viana do Castelo, num caso de alegada violência doméstica, disse à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários.

Segundo Carlos Lima, o alerta foi dado cerca das 08:30 desta terça-feira, sendo que em causa poderá estar um caso de violência doméstica.

O agressor, que às 09:18 se encontrava a ser submetido a manobras de reanimação, apresenta também ferimentos causados por uma arma de fogo, acrescentou o comandante.

Para o local foram acionadas uma Viatura de Emergência Médica (VMER), ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV), os Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima e a GNR, num total de oito operacionais e quatro viaturas.

Relato de amigos e habitantes

“Tinha apenas 35 anos, sorriso rasgado e dois filhos lindíssimos. Ontem foi barbaramente assassinada pelo pai dos seus filhos na freguesia da Correlhã, aldeia pacífica às portas de Ponte de Lima.
Dizem que era uma jovem mulher extremamente bondosa que cuidava dos familiares debilitados e que hoje parecem viver um pesadelo inimaginável. Os sinos da aldeia choram a sua partida mas todos nós morremos também com esta tragédia. Vai em paz Sónia. Espero que encontres em outra dimensão a paz que te negaram na terra. A gente boa da Correlhã cuidará dos teus meninos. Até sempre”, relara um amigo próximo.

Clima de terror

Sónia Marisa, 35 anos com dois filhos ambos menores, levou-os à escola. e no regresso a casa onde também vivem, no primeiro andar, os pais e o avô, 92 anos, acamado, de quem Sónia ajudava a cuidar, esperava-a o marido, o vila-verdense Fernando Correia.

Eram casados desde 2009, e Fernando tinha nas mãos uma pistola com a qual disparou três tiros no corpo da sua esposa, alegadamente por “ciúmes doentios”, segundo o Jornal de Notícias.

O funeral realizar-se-á esta quinta feira às 18h30 na Correlhã, Ponte de Lima.

Com Agência LUSA

Comentários

topo