Braga

Instalação de empresa preocupa moradores da freguesia de Vilaça em Braga

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A criação de um centro logístico da empresa Torrestir, na freguesia de Vilaça, em Braga, está a preocupar a população, avançou, na segunda-feira, uma moradora, na reunião descentralizada do Executivo Municipal, citada pelo Jornal de Notícias (JN). A moradora questionou Ricardo Rio e a sua maioria sobre “o que vai ser feito para colmatar os problemas” da implementação da empresa, nomeadamente, ao nível “da poluição sonora”, “acessos” e “impermeabilização dos solos”, temendo “cheias” nas urbanizações próximas.

“Somos uma freguesia rural que vai ter uma empresa logística a entrar de rompante”, lamentou a moradora, levantando dúvidas sobre se foram cumpridos os requisitos na aprovação do projeto “como de interesse público”.

Ricardo Rio, garantiu que a questão das acessibilidades e os leitos de água “foram acautelados”, avança a mesma fonte.

Situação do mercado polémico

A reunião ficou, também, marcada pelas críticas da Oposição ao encerramento do mercado municipal à segunda-feira.

 

Mercado Municipal de Braga fecha às segundas-feiras com criticas da oposição

 

Comentários

topo