Viana do Castelo

Garrafa em forma de orca ‘made in IPVC de Viana’ vence prémio internacional

(c) IPVC
Partilhe esta notícia!

Produto foi desenvolvido no âmbito do projeto Refill H2O que já se encontra implementado em todos os campus da instituição

“Temos vencedor! João Mendes, ex-aluno do curso de Mestrado em Design Integrado da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), acaba de vencer o prémio internacional Green Product Award. O prémio é entregue numa cerimónia em Munique, na Alemanha, no próximo dia 18 de maio”, escreve o IPVC de Viana do Castelo.

“Com base na qualidade da candidatura Smartbottle Refill_H20 decidimos elevá-la de Nomeado para Vencedor, parabéns”.

Foi esta a mensagem enviada pela organização do Green Product Award a João Mendes, alumnus do curso de Mestrado de Design Integrado na ESTG-IPVC. “Não estava nada à espera e quando vi o e-mail fiquei muito feliz. Quando não estamos a contar é quando sabe melhor”, confessa João Mendes, lembrando que se inscreveu “sem grandes expetativas de vencer uma vez que se trata de uma competição internacional”. O certo é que a garrafa em forma de orca desenvolvida no âmbito do projeto Refill H2O venceu uma das categorias deste prémio internacional.

“Pode ser que o prémio sensibilize os investidores a apostarem na garrafa e quer se consiga implementar esta segunda garrafa do projeto no Politécnico de Viana do Castelo”, apela João Mendes, enaltecendo o facto da Smartbottle Refill_H20 ser agora “um produto de valor internacional”. Este prémio acaba também, ainda nas palavras do ex-aluno, “por ser mais uma prova do bom trabalho que se faz no Politécnico de Viana do Castelo e no curso em particular”. João Mendes espera agora “encontrar parceiros para investir na produção dos moldes das garrafas, que são muito caros e específicos”.

Ainda no âmbito do Green Product Award, a garrafa inteligente, criada por João Mendes, ficou em 6.º lugar no prémio Público. Pela primeira vez na história do Prémio, os resultados da votação do público foram anunciados antes da cerimónia final dos vencedores, como forma de agradecimento pelo recorde de 52 mil votos em seis semanas para os 100 produtos e conceitos verdes nomeados Green Product & Green Concept Audience Award 2022. Entretanto, João Mendes, que está a trabalhar numa empresa de Design no Porto, apresentou a garrafa em forma de orca na tese final de mestrado, tendo concluído com 19 valores.

A garrafa que esteve a votação no concurso internacional transmite visualmente a ideia de uma orca, “pelo facto de se tratar de um dos animais marinhos que mais sofre com a poluição dos oceanos, especialmente pelo excesso de plástico existente”, justifica. João Mendes destaca o sofrimento deste animal marinho para a base e conceito no desenvolvimento do protótipo da garrafa. O designer deixa o alerta: “a forma da garrafa pretende sensibilizar para as consequências que o excesso de plástico no oceano faz por exemplo nestes animais marinhos, que não se estão a reproduzir o que pode levar, muito em breve, à sua extinção”. Tratou-se de um “processo de muito desenho e de muita investigação”, que passou por, em primeiro lugar, “conhecer muito bem” o público-alvo, ou seja, a comunidade IPVC. “Apresentamos 24 garrafas à equipa RefillH2O e a escolha foi a garrafa em forma de orca”, conta João Mendes.

“Temos um projeto fantástico e o resultado é meritório”

Já o coordenador do projeto Refill H2O do Politécnico de Viana do Castelo, António Curado, defende que a garrafa em forma de orca “é de qualidade e tem potencial ganhador”. Por isso, o resultado final “é meritório” até porque, segundo o responsável, este é “um projeto fantástico”.

Este prémio é, ainda nas palavras de António Curado, “a prova do trabalho que se faz no Politécnico de Viana do Castelo, onde se desenvolvem projetos académicos, mas ajustados às necessidades da sociedade”. António Curado espera que este projeto made in IPVC saia para o mercado através de uma spinoff ou star up para “proteger” o projeto no mercado.
Também a professora Ana Curralo aplaude esta notícia “muito agradável”, ate porque a missão e o conceito do projeto têm como base a “consciencialização para a sustentabilidade e a redução da pegada ecológica”. Ana Curralo, que também orientou o aluno no Mestrado em Design Integrado, destaca ainda que este prémio internacional “vem realçar a qualidade dos alunos e dos docentes do IPVC”.

Green Product Award premeia produtos e serviços inovadores e sustentáveis

O Green Product Award é um prémio internacional anual para produtos e serviços inovadores e sustentáveis. Para além de premiar empresas estabelecidas e startups, premeia também novos conceitos disruptivos e inovadores com o Green Concept Award.

O objetivo do prémio é criar um reconhecimento público de soluções verdes para consumidores, tornando os produtos mais visíveis, recomendando-os por esta via aos fabricantes potenciais. Complementarmente, pretende-se criar uma plataforma para transferência de conhecimento verde, através da qual se estabelecem ligações entre designers, produtores e especialistas para efeitos de desenvolvimento, implementação e marketing de produtos de autor.

O prémio foi instituído em 2013 e, desde então, recebeu inscrições de mais de 54 países. Desde essa data, as soluções premiadas foram apresentadas a mais de 1.000.000 de visitantes em feiras internacionais e certames diversos na área do design. O impacto nos media internacional, na área das empresas e negócios, e no licenciamento de novas soluções e investimentos tornam este prémio internacional alvo de uma atenção privilegiada na área do design.

Saiba mais em GREEN CONCEPT AWARD

 

Comentários

topo