Saúde

Portugal em risco de ultrapassar uma ‘sexta vaga’ de Covid-19

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A eliminação do uso de máscara aumentou as infeções em Portugal, que atingiu um índice de transmissibilidade (Rt) de 1,17 e que poderá registar uma sexta vaga de covid-19, indica um relatório do Instituto Superior Técnico sobre a pandemia, segundo o jornal Público.

“A possibilidade de uma sexta vaga está a desenhar-se de forma muito intensa”, avança o relatório do grupo de trabalho do Instituto Superior Técnico (IST) que acompanha a evolução da covid-19 em Portugal e a que a Lusa teve hoje acesso.

Segundo esta avaliação de risco da pandemia elaborada por Henrique Oliveira, Pedro Amaral, José Rui Figueira e Ana Serro, que compõem este grupo de trabalho coordenado pelo presidente do IST, Rogério Colaço, “a actual situação é de aumento do perigo pandémico face ao anterior relatório” de 19 de Abril.

O uso generalizado de máscaras deixou de ser obrigatório a partir de 22 de Abril, com exceção dos estabelecimentos de saúde, incluindo farmácias comunitárias, assim como nos lares de idosos, serviços de apoio domiciliário, unidades de cuidados continuados e transportes coletivos de passageiros.

Esta segunda-feira registaram-se 20.482 diagnósticos de covid-19. Foi a primeira vez, desde 15 de Fevereiro, que foi ultrapassada a marca dos 20 mil novos casos num só dia, de acordo com os dados de acompanhamento diário da Direcção-Geral da Saúde.

O grupo de trabalho do Técnico considera também que os dados existentes indicam que as novas linhagens da variante Ómicron do coronavírus SARS-CoV-2 podem estar a contribuir para o aumento do número de casos.

Comentários

topo