Vila Verde

Militar da GNR Carlos Lima condenado a quatro anos e quatro meses de prisão

(c) Semanário V
Partilhe esta notícia!

O Tribunal de Braga condenou esta tarde de quarta-feira o militar da GNR de Vila que suspeito de ameaçar uma juíza e dois procuradores da República foi condenado na pena única de quatro anos e quatro meses suspensa pelo mesmo
período.


A situação, que envolve o guarda Carlos Pereira Lima, atualmente suspenso de funções e em prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, em Vila Verde, tem a ver com crimes de perseguição que se deram como provados.

Comentários

topo