Vila Verde

Póvoa de Lanhoso realiza POVOAR.TE entre 21 e 29 de maio

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A Póvoa de Lanhoso apresentou hoje o programa POVOAR.TE – Maria da Fonte 2022, iniciativa que decorrerá entre 21 e 29 de maio, e que pretende “dar a conhecer elementos identitários” deste concelho do distrito de Braga.

Em informação enviada à agência Lusa, o município diz trata-se de um evento que tem como objetivo “dar a conhecer elementos identitários da Póvoa de Lanhoso” a partir de “manifestações artísticas de índole diversa”, procurando “implementar uma abordagem de envolvimento que parte de dentro da comunidade Povoense para fora das fronteiras do concelho”.

“Em 2022, no âmbito do POVOAR.TE, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso propõe um dos temas que é mais querido dos Povoenses e que reflete o orgulho nas origens de uma heroína de dimensão nacional: a Maria da Fonte. Nos próximos anos, serão abordados outros elementos do património local, material e imaterial, com relevância para a identidade da Póvoa de Lanhoso”, refere a autarquia.

Pelas 21:30 de sábado, acontece a antestreia e, no domingo, pelas 15:30, a estreia da curta-metragem Inquietação, no Theatro Club, inseridas no projeto Cultura.In.

Entre 23 e 27 de maio esta curta-metragem vai ser apresentada nos estabelecimentos de ensino do concelho.

A exibição “descentralizada” desta curta-metragem estende-se também a várias freguesias: dia 24 de maio será exibida em Monsul, no dia seguinte em Taíde, dia 26 em Santo Emilião e dia 29 em Fontarcada.

No âmbito das comemorações dos 175 anos da Revolta da Maria da Fonte (1846-2021), o município revela que instituiu o Prémio Maria da Fonte, “de modo a homenagear a heroína Povoense, Maria da Fonte, e todas as mulheres da Póvoa de Lanhoso”.

Pelas 21:00 de 28 de maio, no Theatro Club, vai ocorrer a cerimónia de entrega deste prémio “que visa distinguir sete personalidades Povoenses, do género feminino, com destaque em diferentes áreas de atuação de foro local, nacional e internacional e que, por essa forma, honram, prestigiam e promovem as gentes e as terras da Póvoa de Lanhoso”, explica a autarquia.

A 29 de maio, último dia da POVOAR.TE, o programa prevê a inauguração da nova localização da estátua da Maria da Fonte e a projeção da curta-metragem Inquietação.

“A câmara municipal encontra-se na fase inicial do processo de registo da marca POVOAR.TE, no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, porque o objetivo é que seja identificativa da Póvoa de Lanhoso e que tenha um crescendo, nos próximos anos, quer em termos de participantes, quer em termos de qualidade das propostas, quer em termos de atratividade de visitantes ao concelho”, acrescenta o município.

Comentários

topo