País

Ex-futebolista Jonas retido pelas autoridades no aeroporto de Lisboa

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O antigo futebolista do Benfica Jonas foi ontem de manhã intercetado à chegada ao aeroporto de Lisboa proveniente do Brasil, depois de um alerta no controlo de passaportes relacionado com questões tributárias, disse à Lusa fonte ligada ao processo.

Segundo a mesma fonte, quando o ex-futebolista brasileiro entregou o passaporte para controlo pelos funcionários do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) do aeroporto foi ativado um alerta emitido pela Autoridade Tributária (AT).

Face ao sucedido foram chamados ao local dois inspectores da AT que recolheram dados relativos ao jogador, como a morada fiscal e contactos telefónicos necessários para o processo pendente que o jogador tem nas Finanças.

Embora tenha sido alvo destas diligências à chegada a Lisboa, a mesma fonte negou que Jonas tivesse sido formalmente detido.

O antigo jogador, de 38 anos, é um dos arguidos da operação ‘Fora de Jogo’ no âmbito do qual está sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

A operação ‘Fora de Jogo’ levou, em 04 de março de 2020, à constituição de 47 arguidos, 24 pessoas coletivas e 23 pessoas singulares, após buscas em várias entidades ligadas ao universo do futebol.

Entre os arguidos contam-se “jogadores de futebol, agentes ou intermediários, advogados e dirigentes desportivos”, especificou, então, a Procuradoria-Geral da República (PGR), sublinhando que “em causa estão suspeitas da prática de factos suscetíveis de integrarem crimes de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais”.

E acrescentou: “No inquérito investigam-se negócios do futebol profissional, efetuados a partir do ano de 2015, e que terão envolvido atuações destinadas a evitar o pagamento das prestações tributárias devidas ao Estado português, através da ocultação ou alteração de valores e outros atos inerentes a esses negócios com reflexo na determinação das mesmas prestações”.

Na altura, as SAD de Benfica, FC Porto, Sporting, Sporting de Braga e Vitória de Guimarães confirmaram a realização de buscas, atestando a disponibilidade para colaborarem com as autoridades.

Jonas terminou a carreira de futebolista em 2019, após cinco temporadas ao serviço do Benfica, pelo qual participou em 183 jogos e marcou 137 golos, tornando-se mesmo no segundo melhor marcador estrangeiro das ‘águias’, apenas atrás do paraguaio Óscar Cardozo (172).

Entre 2014 e 2019, Jonas ajudou o Benfica a conquistar quatro títulos de campeão nacional (2014/15, 2015/16, 2016/17 e 2018/19), duas supertaças (2016 e 2017), duas taças da Liga (2014/15 e 2015/16) e uma Taça de Portugal (2016/17).

De ‘águia’ ao peito, foi também o melhor marcador da I Liga em duas ocasiões (2015/16 e 2017/18) e eleito o melhor jogador da competição noutras duas (2014/15 e 2015/16).

Comentários

topo