País

88% das zonas balneares em Portugal têm águas de “excelente qualidade”

(c) Semanário V
Partilhe esta notícia!

Oitenta e oito por cento das zonas balneares em Portugal estão classificadas como tendo águas de excelente qualidade, segundo um relatório hoje divulgado pela Comissão Europeia, com dados de 2021.

Das 652 zonas balneares portuguesas (costeiras e interiores), 577 são de excelente qualidade (88,5%), 40 de boa (6,1%), três de suficiente (0,5%) e duas de má qualidade (0,3%), sendo que 4,6% não receberam qualquer classificação.

Portugal tinha, em 2021, mais 293 zonas balneares classificadas como de excelente qualidade do que em 2000 e mais 15 do que em 2020.

Em Portugal existem 502 zonas costeiras (77%) e 150 interiores (23%).

A nível da União Europeia, o relatório conclui que, em 2021, as normas mínimas de qualidade da água foram cumpridas em 95,2% das zonas balneares.

Na Áustria, Malta, Croácia, Grécia, Chipre, Dinamarca e Alemanha, 90 % ou mais das águas balneares cumprem a norma de qualidade “excelente”.

A avaliação, elaborada pela Agência Europeia do Ambiente (AEA) em cooperação com a Comissão Europeia, baseia-se na monitorização de 21 859 zonas balneares em toda a Europa ao longo de 2021, abrangendo os Estados-Membros da UE, a Albânia e a Suíça.

Comentários

topo