Braga

Hospital de Braga perdeu cinco obstetras desde outubro e não admitiu nenhum

Partilhe esta notícia!

O Hospital de Braga registou, desde outubro de 2021, a saída, por aposentação ou rescisão, de cinco médicos obstetras, não tendo registado nenhuma entrada, disse hoje à Lusa fonte da administração.

Segundo a fonte, o hospital tem “sinalizada a necessidade de contratação de médicos daquela especialidade, não tendo o número de recém-especialistas acompanhado esta necessidade”.

O hospital ainda não tem assegurado o funcionamento do Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia na sexta-feira e no domingo.

Segundo a fonte, as escalas para aqueles dias “não se encontram fechadas”, continuando o conselho de administração a “envidar todos os esforços” para assegurar o funcionamento do serviço.

O conselho de administração reitera que “continua muito empenhado na resolução” do problema, reforçando que “trabalha, diariamente, com a finalidade assegurar a prestação de cuidados de saúde de forma regular às grávidas e parturientes da região”.

No domingo, o Hospital de Braga fechou, durante 24 horas, a urgência de obstetrícia, “pela impossibilidade de completar escalas”.

Comentários

topo