Guimarães

Arte têxtil contemporânea francesa em exposição inédita em Guimarães

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A exposição Imagine – Temporada Cruzada/Guimarães – Clermont-Ferrand é inaugura a 2 de setembro, em Guimarães, e fica patente durante a Contextile – Bienal de Arte Têxtil Contemporânea, que se prolonga até 30 de outubro, anunciou a organização.

O “público português terá uma janela aberta para a arte têxtil contemporânea francesa nos próximos meses de setembro e outubro” com a exposição Imagine – Temporada Cruzada – Guimarães / Clermont-Ferrand que “vai reunir obras de dez artistas de França no Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães” e em simultâneo “uma dezena de criadores portugueses apresentam os seus trabalhos naquela cidade francesa”, lê-se num comunicado enviado à comunicação social.

Em Guimarães podem ser vistas obras de Roméo Mivekannin, Arnaud Cohen, Pascal Monteil, Rieko Koga, Sabine Cibert, Cécile Ndiaye, Lucile Drouet, Gerance Alves e Majuda Khattari e Joel Andrianomearisoa, que trabalham em residência artística a partir do território, colaborando com estudantes da Universidade do Minho e empresas têxteis da região. As duas exposições, programadas em forma de espelho, resultam de um trabalho de cooperação entre a Contextile – Bienal de Arte Têxtil Contemporânea e o Festival International des Textiles Extra Ordinaires, de Clermont-Ferrand, no âmbito do programa Saison Croisée/Temporada Cruzada, impulsionado pelos Governos de Portugal e França.

Com Agência LUSA

Comentários

topo