Guimarães

Milhares de pessoas na celebração da história de Portugal em Guimarães

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Guimarães viveu dias intensos nos últimos dias, com destaque para as comemorações da Batalha de São Mamede de 1128 e a afirmação do 24 de Junho como o Dia Um de Portugal. Presente na sessão solene, o Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, afirmou ser “mais um soldado junto das mais altas instâncias do país”, no repto lançado por Domingos Bragança, a fim de assinalar o dia 24 de Junho como feriado nacional – Dia Um de Portugal.

Na sequência de outras iniciativas, evocativas à celebração da Batalha de S. Mamede, destaque para o regresso da Feira Afonsina, com o tema “Do Condado ao Reino”, com atividades diversas que se estenderam desde o Monte Latito (Castelo e do Paço dos Duques) até Centro Histórico, local a partir do qual cresceu o Burgo de Guimarães, afirmando assim a celebração da história com uma marca de rigor, de recriação e uma marca pedagógica, com a presença de centenas de milhares de visitantes. “As expetativas foram superadas perante a ampla adesão dos visitantes a esta Feira, depois de dois anos de interrupção devido à pandemia, e com expressão significativa em todo o espaço do Centro Histórico”, realçou o Vereador da Cultura e Turismo, Paulo Lopes Silva.

De acordo com duas amostragens efetuadas no sábado (25 de junho), entre as 22h00 e as 23h00, na Rua de Santa Maria, estima-se que tenham passado pela Feira Afonsina cerca de 350 mil pessoas, numa média estimada dos quatro dias do evento. A Feira Afonsina contou com 61 voluntários e 16 companhias/entidades animação (música, teatro e dança) e ainda 8 entidades de áreas temáticas/lúdicas (áreas militar, jogos infantis, clero e representação de ofícios), num total de 165 intervenientes em todas as áreas de animação/temáticas. Referência ainda para os Mercadores, com 71 participantes, desde a área alimentar, artesões e místicos, com a presença de 14 associações de Guimarães.

O programa foi complementado, ainda, com a apresentação de estudos de investigação sobre o período medieval, no decurso da terceira edição das Jornadas Históricas, com o tema “Mesteres e Mesteirais na Idade Média”, a fim de intensificar e fortalecer o conhecimento da história e consolidar o desígnio do 24 de Junho – Dia Um de Portugal, assinalando o feriado nacional das comemorações da Batalha de S. Mamede de 1128.

Comentários

topo