Braga

Salvador diz que Braga terá que vender jogadores, mas pelo seu “justo valor”

Partilhe esta notícia!

O presidente do Sporting de Braga, António Salvador, frisou hoje que o clube minhoto da I Liga de futebol terá que vender jogadores, “como todos os anos”, mas pelo seu “justo valor”.

“Como as receitas não cobrem os custos, todos os anos o Braga tem que vender ativos, se não for neste mercado, terá que ser no seguinte”, afirmou o líder ‘arsenalista’.

António Salvador, que falava à margem da assinatura do contrato com o novo patrocinador principal da camisola do Sporting de Braga para as próximas três temporadas, frisou que Ricardo Horta, pretendido pelo Benfica, e David Carmo, pelo FC Porto, “são dois dos melhores jogadores portugueses, de seleção, e quem os quiser terá que pagar o justo valor que eles e o Braga merecem”.

O presidente bracarense deixou ainda críticas implícitas à abordagem de alguns clubes e elogiou a de outros.

“Em Portugal, os clubes estavam habituados a não dar o valor devido aos jogadores, mas essa tradição tem mudado nos últimos tempos e começa a haver uma grande diferença. Há muitas formas de abordagem, uns vão por terceiros, pelos jornais e comunicação social, outros abordam de uma forma institucional, correta, com lisura, e aí poderemos conversar e analisar”, disse.

Sobre as negociações com o Benfica por Ricardo Horta, o líder minhoto disse apenas que o jogador “vai apresentar-se na segunda-feira ao trabalho, como o David Carmo”.

“É o nosso capitão, é um jogador importante para nós e, depois de umas curtas férias, estará ao serviço na segunda-feira. Que seja um ano de grandes conquistas pessoais e coletivas [para Ricardo Horta]. Pessoais já foram na época passada, em que entrou na história deste clube, ao tornar-se no melhor marcador de sempre do Braga, é um exemplo como profissional”, disse.

O dirigente adiantou também que o “plantel está fechado” se não sair ninguém. “Se sair, aí sim, teremos que contratar para esse lugar”, disse, garantindo que a aposta continuará a ser na formação.

Questionado sobre se o Sporting de Braga poderá intrometer-se na luta pelo título na próxima época, António Salvador frisou que a equipa “luta sempre por vencer, independentemente do campo”.

“O Braga não tem os recursos de outros clubes, mas, com menos, conseguimos desafiar os que têm mais, esse é nosso caminho”, disse.

Comentários

topo