Braga

Guimarães foi o palco do II encontro de acólitos da Arquidiocese de Braga

(c) Arquidiocese Braga
Partilhe esta notícia!

No passado sábado, dia 2 de julho, o Santuário de Nossa Senhora da Penha, em Guimarães, foi o palco do II Encontro Arquidiocesano de Acólitos, que contou com a participação de adolescentes, jovens e adultos que exercem este ministério em muitas comunidades da Arquidiocese de Braga.

O encontro começou com o workshop “Rir com Deus”, orientado por Fernando Baptista, que alertou para a importância da linguagem não verbal e da importância do sorriso nas relações interpessoais e na vida espiritual, inclusive no serviço que os acólitos prestam na Eucaristia.

Depois do lanche, o Pe. Rui Sousa, director do Departamento para a Liturgia, orientou um momento formativo, que teve como tema “Rezar com o corpo”, explicando o significado de gestos e atitudes na celebração da Eucaristia.

Já na Eucaristia, presidida por D. Nuno Almeida, o bispo auxiliar de Braga convidou os acólitos a serem servidores da paz nos seus grupos de acólitos e nas comunidades onde exercem o seu ministério.

Esta iniciativa pretendeu dar ênfase ao ministério do acólito e ajudar a despertar para a importância da linguagem não verbal na Liturgia. Perante o entusiasmo de todos os participantes, o Serviço de Ministérios Litúrgicos reassumiu a missão de continuar a promover actividades similares, convidando os acólitos a participarem nas actividades do próximo Ano Pastoral: a Peregrinação Nacional dos Acólitos a Fátima, no dia 1 de Maio, e o III Encontro Arquidiocesano de Acólitos, no primeiro sábado de Julho de 2023.

Comentários

topo