Braga

Lidl limpa plástico da praia em Adaúfe e no mar e transforma-o em têxteis e arte

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O projeto TransforMAR, dinamizado pelo Lidl em colaboração com o Electrão, regressa a 20 praias de norte a sul do país para sensibilizar os portugueses para os princípios da economia circular: dá uma nova vida aos resíduos recolhidos, transformando-os em têxteis e em obras de arte.

Com presença de norte a sul do país nos últimos quatro anos, tendo já recolhido mais de 110 toneladas de plástico, o projeto TransforMAR, do Lidl Portugal e do Electrão, em parceria com a Brigada do Mar, Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Marinha e Quercus, regressa às praias portuguesas para sensibilizar os veraneantes para a importância de uma boa conduta ambiental – desafiando-os a darem um destino adequado aos resíduos de plástico e metal, enquanto usufruem do seu tempo em praia – e para os princípios da economia circular, através da redução, reutilização e reciclagem do plástico e metal recolhidos.

Este ano, o TransforMAR atuará em 20 praias de norte a sul do país, com a implementação de depósitos próprios para recolha e reciclagem de plástico e metal, evitando que estes terminem nos oceanos. Além das 20 praias, foram identificadas zonas de elevado risco de contaminação dos oceanos, em que o projeto já está a atuar, através de ações de limpeza na costa portuguesa, com o apoio da Brigada do Mar pelo 3º ano consecutivo, exponenciando o seu alcance. Adicionalmente, nesta edição do projeto, a Marinha irá, em conjunto com a Polícia Marítima, realizar uma ação de limpeza e recolha de rede de pesca em alto mar – uma problemática global que destrói os habitats, espécies marinhas e ameaça também a saúde humana.

Sendo a promoção dos princípios da economia circular um dos pilares do projeto, todo o plástico recolhido terá uma nova vida, à semelhança dos anos anteriores. Nesta 5ª edição, o plástico e resíduos recolhidos, passíveis de serem reciclados, serão transformados em têxteis fabricados em Portugal, 100% a partir de plástico reciclado, procurando continuar a sensibilizar as comunidades na próxima edição do projeto, em 2023. O plástico e resíduos não passíveis de serem reciclados, serão também eles reaproveitados no âmbito deste projeto, através da criação de esculturas, pela artista plástica portuguesa Soraia Domingos, localizadas no Norte (Matosinhos), Centro (Nazaré) e Sul (Portimão) do país, procurando alertar a população portuguesa para esta temática além praia.

Ao longo dos fins de semana de julho e agosto, o Lidl terá ações nas praias ao abrigo do projeto, junto dos contentores TransforMAR, procurando sensibilizar as populações para a importância da adoção de comportamentos mais responsáveis e devido tratamento do plástico, através de dinâmicas e jogos que abordam a temática da economica circular. Para incentivar os veraneantes a participarem, o Lidl terá disponíveis t-shirts feitas 100% de plástico reciclado, produzidas pela Skizo em parceria com a empresa têxtil TMG.

Para Elena Aldana, Diretora de Assuntos Públicos, Comunicação e ESG do Lidl Portugal, “O projeto TransforMAR tem sido fundamental para o desenvolvimento da nossa missão de sensibilizar a população para um consumo mais sustentável e para reforçar o nosso compromisso em cuidar do planeta. Totalizando 110 toneladas de plástico já recolhidos nas últimas quatro edições, o TransforMAR permite contribuir, paralelamente, com um benefício direto para a comunidade, já que segue os princípios da economia circular”.

O CEO do Electrão, Pedro Nazareth, congratula-se pelo envolvimento em mais uma edição do projeto TransforMAR, que sensibiliza para a necessidade de separação e correto encaminhamento para reciclagem dos resíduos de embalagens, em especial as embalagens de plástico. “Para o Electrão é um orgulho fazer parte desta campanha, que todos os anos se reinventa e inova no contexto da gestão de resíduos e da economia circular. Este ano a iniciativa tem o mérito de continuar a promover a circularidade dos materiais, que serão aproveitados para fabricar T-shirts e peças artísticas, colocando a Economia Circular ao serviço da comunidade e da arte”.

Simão Acciaioli, Presidente da Brigada do Mar afirma, “É na persistência e no foco que se fazem as maiores transformações, não é mais um ano do projeto TransforMAR, é o nosso caminho sem data mas com um objetivo, sermos todos um na defesa do oceano”.

Comentários

topo