Região

Dona de loja constituída arguida por contrafação em Paços de Ferreira

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Uma mulher, de 43 anos, foi constituída arguida em Paços de Ferreira, no distrito do Porto, após a GNR constatar que tinha na sua loja vários artigos contrafeitos, anunciou hoje aquela força policial.

Em comunicado, a GNR refere que foi apreendido “vestuário contrafeito, uma prensa de estampagem e diversos transferes de marcas conhecidas que serviam para manufaturar os artigos contrafeitos”.

As apreensões foram feitas no âmbito de uma ação de patrulhamento de proximidade, realizada na sexta-feira.

A proprietária do estabelecimento foi constituída arguida e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Paços de Ferreira.

combate à contrafação, ao uso ilegal de marca e à venda de artigos contrafeitos.

Comentários

topo