Guimarães

Guimarães apoia a continuidade do Centro de Acolhimento para os Sem-Abrigo

(c) Município de Guimarães
Partilhe esta notícia!

A Rede de Apoio Social de Emergência, implementada pela Divisão de Ação Social da Câmara Municipal, em parceria com a Delegação de Guimarães da Cruz Vermelha, teve como objetivo acorrer, em tempo útil, a situações de vulnerabilidade extrema, nomeadamente pessoas em situação de sem-abrigo, vítimas de violência doméstica, migrantes e cidadãos com necessidade de proteção internacional.

Foi nesse contexto que, no final de março de 2020, se instalou um centro de acolhimento para pessoas sem-abrigo, atualmente a funcionar nas instalações da Escola Básica Chã da Bouça, em Atães, uma resposta que é gerida pela Delegação de Guimarães da Cruz Vermelha, desde setembro de 2020. O acordo de cooperação celebrado visa garantir a sustentabilidade desta resposta, através da atribuição de um subsídio, àquela delegação, de €100.000,00 (cem mil euros). Garantem-se, deste modo, os recursos financeiros necessários à continuidade de funcionamento do Centro de Acolhimento para Pessoas Sem Abrigo.

A proposta foi aprovada por unanimidade durante a Reunião do Executivo Municipal, ocorrida esta manhã da Sala de Reuniões da Câmara Municipal de Guimarães.

Comentários

topo