Saúde

Sindicato dos Enfermeiros entrega maior petição de sempre na Saúde

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O Sindicato dos Enfermeiros – SE entrega no dia 14 de julho, quinta-feira, aquela que é já a maior petição de sempre promovida na área da Saúde. São mais de 31 mil pessoas que se batem pelo reconhecimento da Enfermagem como
Profissão de Alto Risco e de Desgaste Rápido. Um estatuto que “é justamente reconhecido a várias profissões, mas que continua a ser negado aos enfermeiros”, explica o presidente do Sindicato dos Enfermeiros, Pedro Costa.

Depois de dois anos em que os enfermeiros estiveram na linha da frente do combate à pandemia, de auxílio às populações e de suporte de todo o Serviço Nacional de Saúde, numa fase em que a pandemia de COVID-19 debilitou muito a capacidade de resposta aos utentes, Pedro Costa afiança que se constatou “aquilo que há muito o Sindicato dos Enfermeiros – SE defende: os Enfermeiros são uma profissão de alto risco e de desgaste rápido”.

“O reconhecimento do risco e penosidade da nossa profissão foi confirmado em plena pandemia, quando o Governo então em funções decidiu criar um subsídio temporário e transitório, de risco COVID-19”, explica o presidente do
Sindicato. Pedro Costa acrescenta que “este subsídio temporário veio evidenciar, de uma vez por todas, a possibilidade de criação de medidas compensatórias na profissão Infelizmente, conclui, foi um gesto transitório.

Por isso, o sindicato pretende que este reconhecimento seja vertido em letra de lei, permitindo assim aos enfermeiros ter acesso à aposentação antes da idade legalmente definida. “É uma medida mais do que justa, por tudo o que temos dado ao país ao longo da nossa carreira”, conclui Pedro Costa.

Comentários

topo