País

Nova central do 112 vai detetar local exato da chamada evitando ‘meios perdidos’

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O concurso público para a manutenção e modernização dos centros operacionais do serviço 112 deverá ser publicado hoje em Diário da República e vai permitir, a partir de 2023, a georreferenciação exata de quem telefona para o número de emergência a partir de um telemóvel com ligação à internet, escreve o Jornal de Notícias.

Atualmente, sempre que alguém liga para o 112 a partir de um telemóvel, o sistema em vigor (Cell ID) nas centrais apenas transmite a localização da antena de telecomunicações mais próxima, que pode estar a quilómetros do local da emergência.

A nova funcionalidade vai ser útil nos casos em que a pessoa que telefona para o 112 não conhece a localização exata onde se encontra ou quando está nervoso, confuso ou em estado de choque.

Comentários

topo