Braga

Atletas da Universidade do Minho brilham nos mundiais universitários

(C) AAUminho
Partilhe esta notícia!

As seleções nacionais universitárias feminina e masculina brilharam no Campeonato Mundial Universitário de Futsal, após conquistarem o pódio!

A seleção portuguesa feminina arrasou e conquistou um feito histórico, após ganhar a medalha de ouro e tornar-se campeã mundial de futsal universitário. O orgulho é imenso, em especial por Márcia Ferreira, estudante-atleta da AAUMinho, ter contribuído para este momento especial. A estudante minhota representou a camisola das “quinas” e admitiu ter sido “uma experiência inesquecível, que terminou da maneira que todas sonhávamos e para a qual trabalhamos, com a medalha de ouro ao peito”.

A seleção nacional masculina também demonstrou a força e sucesso português e subiu ao pódio, após conquistar a medalha de bronze. Mais uma página de história foi escrita graças às promessas portuguesas das modalidade e, mais uma vez, orgulhamo-nos por três estudantes-atletas da Academia Minhota pertencerem a este marco.

Samuel Marques confessou que representar a Seleção Portuguesa numa competição a nível mundial foi “algo inexplicável”, ao mesmo tempo, que “nunca imaginei chegar a este patamar, quanto mais ganhar uma medalha de bronze na minha universidade”. Por sua vez, Eduardo Silva afirmou que participar no Campeonato Mundial Universitário de Futsal foi “uma experiência única, com uma equipa fantástica” e um dos objetivos foi alcançado: “terminar com uma medalha”. Por último, Ricardo Lopes também demonstrou o talento minhoto e concordou com os companheiros de equipa, garantindo que representar Portugal foi um “orgulho e sensação incrível” e “uma das melhores experiências da minha carreira”. O atleta assume que “apesar do sabor amargo, culminar tudo numa medalha foi a cereja no topo do bolo”.

Independentemente dos resultados no pódio, a AAUMinho quer reforçar o mérito dos seus jogadores e honrar o seu esforço. Graças a vocês, a Universidade do Minho continua a fazer parte da história do desporto universitário.

Comentários

topo