Braga

Lixo aos montes e mau cheiro é ‘cartão de visita’ à entrada da cidade de Braga

(c) Carlos Dobreira
Partilhe esta notícia!

Carlos Dobreira, ativista Bracarense, fez uma comunicação dos cheiros nauseabundos e a deposição de resíduos às portas da cidade de Braga, em concreto junto à Esprominho, localizada na Avenida do Cávado, na freguesia de São Vicente.

Fotos: Carlos Dobreira

“De facto, hoje, os cheiros nauseabundos sentidos são provenientes de contentor da AGERE e sacos diversos colocados junto ao mesmo. No que respeita à deposição de resíduos, estes localizam-se junto a ecopontos. Destaque para resíduos perigosos, resíduos de construção e demolição e resíduos recicláveis. Por exemplo é possível observar persianas, mobiliário, balde de tinta de interior, lâmpada tubular, tubo de aspirador, espuma de sofás, esferovite, caixas de cartão, azulejos, diluente celulósico, latas e plásticos diversos”, denunciou Carlos Dobreira.

Dado o exposto solicita-se intervenção enquadrável da AGERE e da BRAVAL.

Comentários

topo