Vila Verde

Eurodeputado pede apoios para Diogo Correia mas Câmara de Vila Verde não dá exemplo

(C) Redes sociais
Partilhe esta notícia!

José Manuel Fernandes, eurodeputado eleito pelo PSD, conhecido vila-verdense, veio a público reclamar mais apoio para Diogo Correia, após muitos anos de ‘silêncio’. Diogo Correia desde cedo que anda no mundo do Drift, foi Bicampeão Nacional, conseguiu resultados já reco0nhecidos internacionalmente, e após esses anos, José Manuel Fernandes despertou o interesse pelo jovem piloto de Vila Verde.

Diogo Correia, natural de Vila Verde, tem 26 anos, foi bicampeão nacional na categoria de drifting PRO. Começou a competir há três anos e alcançou o feito de ser campeão nacional nas duas primeiras provas que concorreu em alta rotação, batendo toda a concorrência que apresentava mais experiência no mundo do drifting.

A performance do piloto vilaverdense em provas nacionais, levou a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) a endereçar-lhe o convite para concorrer numa das provas mais importantes da modalidade da Europa e no Mundo, a Drifting Cup em Itália que lhe deu a oportunidade que ele agarrou.

Mais de quatro anos depois, mesmo com o Município de Vila Verde com Júlia Fernandes (PSD) vereadora e atual presidente, José Manuel Fernandes veio reclamar apoios para Diogo Correia, sendo que o próprio município de Vila Verde, com a sua esposa na presidência ‘não apoia’ Diogo Correia.

“Este fim de semana, fui a Riga apoiar o Diogo Correia. É o único português a participar na “liga dos campeões de drift”. O Diogo Correia é um campeão, humilde persistente, empenhado e muito, muito competente. Não tem o apoio de multinacionais nem das grandes empresas de Portugal. Tem o orçamento mais pequeno, não dorme em hotel ao contrário dos outros pilotos, conduz a carrinha que transporta o seu bólide, faz de mecânico sempre que necessário. Tem uma equipa familiar, competente e amiga a apoia-lo. Nos treinos teve um despiste. Gostei de ver a camaradagem e o apoio solidário dos técnicos das outras equipas que ajudaram a reparar o seu carro. Depois foi a vez dele de emprestar o radiador do seu carro a um dos concorrentes que é patrocinado por uma multinacional… O Diogo Correia tem o apoio de amigos e Pequenas e Médias Empresas mas merecia que as “grandes” o apoiassem. A bandeira portuguesa anda sempre com ele, no carro e no espaço que instala para as corridas”, escreve José Manuel Fernandes em comunicado. A informação foi fortemente partilhada nas redes sociais e despertou algumas marcas do mundo automóvel.

Diogo Correia dizia que a Câmara Municipal de Vila Verde não o apoiava e “só aparecia para o retrato”

Recorde-se que o Semanário V esteve à conversa em exclusivo com Diogo Correia que desabafava que a Câmara Municipal de Vila Verde não o apoiava e “só aparecia para o retrato”. Até hoje, não é do conhecimento geral nem foi oficializado qualquer apoio por parte da Câmara Municipal de Vila Verde, mesmo depois de Júlia Fernandes ter assumido a presidência. Recorde-se também que a esposa de Diogo Correia assumiu o mandato de Secretária na junta de freguesia de Prado S. Miguel, pela lista liderada por Rui Malheiro apoiado pelo Partido Social Democrata – o mesmo de José Manuel Fernandes e Júlia Fernandes, considerados ‘pesos pesados’ políticos na região, no país e na Europa.

Nessa entrevista ao Semanário V, Diogo Correia questionado se tinha apoios da Vereação do desporto do Município de Vila Verde,  respondeu prontamente: “O presidente da Câmara e o executivo, quando ganhei o título de campeão nacional, apareceu para tirar o retrato da praxe, mas quando foi para colaborar e apoiar o projeto já não consegui a celeridade para patrocinar o meu projeto. O que pedi foi um autocarro para as pessoas amigas e os meus apoiantes poderem assistir às provas nos vários pontos do país. Até hoje não obtive resposta ao pedido. Mas sigo o meu caminho e não penso em pedir novamente o apoio da autarquia. Sei, porque muitos pilotos me confidenciam, que no país têm apoios das autarquias para as corridas e principalmente para os projetos da terra, porque levo bem alto as cores de Vila Verde. Todos os gastos são por minha conta. Tenho ajuda simbólica do Centro Óptico Ibérico de resto é tudo por conta da equipa e fruto do trabalho da equipa”.

Vila Verde. HPTurbo de Setúbal vai apoiar Diogo Correia Bi-campeão Nacional Drift

Desde aí e com o crescimento da sua performance Diogo Correia conseguiu cativar algumas empresas de Vila Verde, algumas marcas ligadas ao desporto automóvel e com a sua persistência consegue seguir a sua carreia passo-a-passo com o apoio incondicional da família, amigos e muitos fãs que o seguem nas suas redes sociais.

Segundo é do conhecimento geral o Município de Vila Verde apenas concedeu uma medalha de mérito de desporto a Diogo Correia no âmbito das comemorações do aniversário do concelho.

Segundo informações recolhidas pelo Semanário V, o município de Vila Verde não tem na agenda qualquer apoio para Diogo Correia, sendo que, a “chamada de atenção” por parte de José Manuel Fernandes, possa despertar o interesse de empresas e mesmo do Município de Vila Verde e de Júlia Fernandes para começar a apoiar outros desportos em Vila Verde sem ser o futebol, para onde é canalizada grande parte das verbas do desporto em Vila Verde.

O Semanário V tentou contactar Diogo Correia e a AutoSport mas não obteve resposta.

Comentários

topo