Vila Verde

Delegada de Saúde alertada devido ao lixo acumulado na Vila de Prado

Partilhe esta notícia!

Carlos Dobreira, conhecido ativista de Braga, enviou uma comunicado à Unidade de Apoio à Autoridade de Saúde Nacional e à Gestão de Emergências em Saúde Pública (UESP) a comunicar o cenário, observado, de imundície de resíduos, cheiros nauseabundos em várias ruas da freguesia de Prado, no concelho de Vila Verde.

Fotos: Carlos Dobreira

“Assim, para além de contentores sobrelotados com resíduos recicláveis e lixo indiferenciado observam-se ainda ecopontos rodeados com resíduos de construção e demolição, caixas de cartão, brinquedos, malas, tampas de sanita, esferovites, garrafas de bebidas alcoólicas, tijolos, sacos de plásticos com líquidos. O cenário é observável, entre outras ruas, nas ruas 3, 5 e 6 (Lugar do Faial), na rua 4 (Lugar de Francelos), na rua 3 (Lugar da Fuzelha), na rua 1 (Lugar da Ramalha) e a poucos metros da Capela de S. Sebastião. De referir que nesta freguesia ainda existem estruturas para pendurar os sacos de lixo (muitos deles com resíduos recicláveis e óleos) pelo que escorrem líquidos diversos para a via pública. Dado a gravidade do exposto solicita-se intervenção enquadrável da DGS e da UESP”, escreve Carlos Dobreira.

O assunto foi remetido à Delegada de Saúde Regional da ARSNORTE.

Comentários

topo