País

Jerónimo de Sousa considera “um escândalo” aumentos “brutais” no preço do gás

Partilhe esta notícia!

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, considerou hoje “um escândalo” o anuncio dos aumentos “brutais” no preço do gás e defendeu “medidas imediatas” para combater a “acelerada degradação da situação económica e social” no país.

“Fomos confrontados com o anúncio de aumentos brutais no preço do gás, feita por algumas empresas do setor energético [na quinta-feira]. Aumentos que anunciam ser da ordem das dezenas de euros mensais. Um escândalo”, disse Jerónimo de Sousa, durante um jantar comício que juntou centenas de pessoas, na Feira de Agosto, em Grândola, no distrito de Setúbal.

Para o secretário-geral do PCP, o escândalo é “tão maior quanto os trabalhadores e os reformados veem o seu poder de compra a diminuir, em que os seus salários e pensões já foram comidos nestes sete meses do ano por uma inflação que não para de crescer”.

Comentários

topo