Vila Verde

Afonso Pereira estudou na Secundária de Vila Verde e é dos melhores no IPCA

Partilhe esta notícia!

Chama-se Pedro Lourenço, tem 18 anos e define-se como bom comunicador e com gosto de trabalhar em equipa. São estas as qualidades do estudante de Braga, que ingressou no IPCA com a nota mais alta do curso de licenciatura em Gestão de Empresas (185,9), no Concurso Nacional de Acesso (CNA).

Frequentou a área da contabilidade na Escola Profissional de Braga (EPB) onde conheceu o IPCA devido à estreita relação das duas instituições. Pedro tentou sempre “ser um bom aluno” e aproveitou a oportunidade de, através da emissão em direto na página de instagram do IPCA, desmistificar a ideia de que para ter boas notas é preciso reduzir o tempo livre. “Não sou das pessoas que se assusta quando tem exames e passa dias e dias a estudar. O meu segredo, mais do que decorar, é tentar perceber muito bem o que aprendo” defende o novo estudante do IPCA.

Pedro vem com vontade de conhecer a instituição, a vida académica, e anseia “adquirir novos conhecimentos e transformar-me progressivamente num bom profissional”. O futuro Gestor de Empresas já traz consigo planos para o futuro: “Para já, completar o curso e no final encontrar um trabalho que me realize profissional e pessoalmente”.

Ao pódio dos melhores estudantes junta-se Afonso Pereira, vindo da Escola Secundária de Vila Verde. Chega ao IPCA com a nota de acesso mais alta do novo curso de licenciatura de Design Audiovisual, com média de 183,9.

O estudante, natural de Braga, mostrou-se surpreendido por ter sido um dos melhores colocados, sendo que o objetivo nunca foi ficar “entre os melhores, mas sim, dar o meu melhor num curso que me faz sentir realizado do início ao fim. Gostar do que fazemos enquanto estudantes contribui sempre para o nosso sucesso, não só escolar como também pessoal.” Afonso conheceu o IPCA num programa de orientação escolar e está agora “nervoso com a grande mudança” mas anseia o novo ambiente que o espera e as áreas de estudo que irá abordar.

A Vimaranense Margarida Novais, junta-se a Pedro e Afonso, com a terceira nota mais alta no CNA no curso de Design Gráfico (182,7). Chega da Escola Secundária Martins Sarmento, onde frequentou o curso de Artes Visuais, e frisa que não existem segredos para se conseguir ser bom estudante. “Não há grande segredo, esforcei-me bastante para alcançar bons resultados, com muito estudo e trabalho”, refere Margarida que pretende, no futuro, trabalhar como Designer de Comunicação.

Pedro, Afonso e Margarida estão ansioso por adquirir mais conhecimento no IPCA, razão pela qual escolheram o IPCA como 1ª opção.

Nesta 1ª fase do CNA foram 684 os estudantes que se candidataram em 1ª opção aos cursos de licenciatura do IPCA.

Comentários

topo