Braga

Benfica e Sporting de Braga consolidam posições cimeiras com vitórias

Partilhe esta notícia!

O Benfica consolidou hoje com uma goleada frente ao Marítimo (5-0), naquela que foi a sétima vitória em sete jornadas da I Liga, a condição de líder isolado, com dois pontos de vantagem sobre o Sporting de Braga.

Após o empate do FC Porto em casa do Estoril Praia (1-1) e da derrota do Sporting perante o Boavista (2-1), no Bessa, o Benfica não vacilou perante a possibilidade de aumentar o fosso pontual para os rivais e a ‘vítima’ foi o Marítimo.

Para a história do jogo com os insulares e da sétima vitória dos ‘encarnados’ no campeonato ficam os golos de Rafa, aos 28 minutos, Gonçalo Ramos, aos 47 e 64, do brasileiro David Neres, aos 82, e do alemão Julian Draxler, aos 88.

O Benfica passa a somar 21 pontos no topo da tabela classificativa e lidera com mais dois do que o Sporting de Braga, que venceu por 2-0 o Vizela. A formação ‘encarnada’ soma agora mais cinco pontos do que o FC Porto, terceiro colocado.

O Marítimo continua sem pontuar nesta edição da I Liga e segue no 18.º e último lugar.

O Sporting de Braga consolidou o segundo lugar ao vencer em casa o Vizela, por 2-0, com golos de Vitinha, aos 83 minutos, e Ricardo Horta, aos 90+5, o que lhe valeu o oitavo triunfo consecutivo em todas as provas.

Com este resultado, os bracarenses, na segunda posição, com 19 pontos, não só mantêm em dois a diferença para o líder Benfica (21), como aumentaram para três sobre o FC porto, terceiro, com 16.

O Vizela não vence há seis encontros no campeonato e mantém-se com cinco pontos, na 15.ª posição, sendo o primeiro emblema acima da linha virtual de permanência.

O Casa Pia subiu ao sexto lugar, com 14 pontos, ao vencer em casa o Famalicão, por 1-0, com um golo de Léo Bolgado, aos 60 minutos, e somou o quinto encontro seguido sem perder.

Já o Famalicão sofreu a terceira derrota consecutiva e é 16.º classificado, com quatro pontos.

Uma grande penalidade convertida por Rúben Lameiras aos 90+12 minutos impediu a derrota do Vitória de Guimarães em Arouca, garantindo aos vitorianos um empate a 2-2.

Bukia, aos 33 minutos, e Mateus Quaresma, aos 70, marcaram os golos dos arouquenses, enquanto Anderson Silva, aos 57, e o referido Lameiras ‘faturaram’ para os vitorianos, que voltaram a pontuar no campeonato, após o triunfo sobre o Santa Clara na ronda anterior.

O Vitória de Guimarães é nono classificado, com 10 pontos, em igualdade com o Sporting, oitavo, e o Arouca é 12.º, com oito, tal como o Desportivo de Chaves, 11.º, após ter somado o quarto encontro seguido sem vencer na I Liga.

Comentários

topo