Braga

Grupo DST de Braga paga mestrados e doutoramentos aos seus funcionários

Partilhe esta notícia!

O Grupo DST, de Braga, disponibiliza, gratuitamente, mestrados e doutoramentos especializados, em diferentes áreas, com as propinas totalmente pagas, assim como Cursos Técnicos Superiores Profissionais (TeSP), foi hoje anunciado.

Em comunicado, a empresa salienta que, além deste investimento na formação dos trabalhadores, e com o objetivo de recrutar e reter os melhores talentos, o Grupo DST promove também diversos protocolos com instituições de ensino com o intuito de profissionalizar o mercado em diversas áreas de especialidade.

“Consideramos que a educação e a formação são um investimento capaz de impulsionar a nossa atividade económica e competitividade no mercado. Por isso, disponibilizamos formação em áreas ‘core’, como a Engenharia, a Gestão, a Economia, mas também focada nas ‘soft skills’ e áreas técnicas complementares inserida no plano anual de formação, diversificadamente enriquecedoras do ponto de vista social e intelectual, como é o caso da Filosofia, da Neurociência e da Saúde Mental”, destaca José Machado, Diretor de Recursos Humanos.

Nesta iniciativa juntam-se ao grupo parceiros como o IPCA – Instituto Politécnico do Cávado e Ave, a Universidade do Minho e a Universidade Católica Portuguesa. Numa aposta a longo prazo, o objetivo do Grupo DST é prolongar as parcerias e cursos para que a formação chegue ao maior número de trabalhadores possível.

As propinas dos cursos são financiadas, na íntegra, pelo Grupo DST. “Outro dado importante é o facto de todos os cursos contarem com a integração dos trabalhadores especializados na qualidade de formadores para retratar e testemunhar a atual realidade do mercado de trabalho”, salienta a empresa de Braga.

 

A bysteel, empresa do dstgroup especialista em superestruturas em aço, volta, este ano, a promover o Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) em Soldadura Avançada, que vai já na sua quarta edição, em colaboração com o Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) e com apoio técnico do ISQ, Instituto de Soldadura e Qualidade.

 

Empresa do dstgroup promove curso de soldadura avançada para colmatar necessidades do sector

 

Para fazer face às atuais necessidades do sector, esta formação procura integrar, de forma rápida, os estudantes no mercado de trabalho. O curso tem a duração de dois anos letivos, período esse onde se incluem seis meses de estágio curricular remunerado pela bysteel e oportunidade de emprego. Nas três últimas edições, a taxa de empregabilidade das anteriores edições foi de 100%.

Os alunos serão formados por docentes do IPCA e por profissionais especializados da bysteel para conceber, elaborar, coordenar e executar projetos de fabricação soldada, tendo em conta os diversos processos, equipamentos e materiais de adição.

Lecionado em regime pós-laboral, este curso destina-se a pessoas com uma formação mínima equivalente ao ensino secundário profissional de Nível 4, 12.º ano completo ou especialização tecnológica (CET). No final do curso, os estudantes serão capazes de propor soluções técnicas e economicamente competitivas, inspecionar e controlar a qualidade de construções soldadas e ainda desenvolver trabalhos de investigação científica no domínio da soldadura.

«Os diversos temas abordados nas aulas teóricas são colocados em prática durante o estágio, permitindo, desta forma, desenvolver capacidades enquanto soldador. Este curso foi fulcral para mim, melhorando bastante o meu futuro profissional na área», comenta Mário Cardoso, estudante formado durante a terceira edição do curso.

Segundo Ricardo Portela, administrador da bysteel, «nos dias que correm, a procura por técnicos em soldadura avançada ultrapassa sobejamente a oferta no mercado de trabalho. Com este curso, conseguimos não só colmatar essa falta de mão de obra, como também formar os alunos com o perfil que necessitamos».

Com início a 3 de Outubro, as inscrições podem ser feitas até ao final de Agosto aqui.

Comentários

topo