País

Famílias portuguesas poupam cada vez menos e gastam cada vez mais

(c) PMM-Semanário V
Partilhe esta notícia!

A taxa de poupança das famílias caiu para 5,9% do rendimento disponível no segundo trimestre do ano, refletindo o aumento de 2,7% do consumo privado, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

“A taxa de poupança das famílias atingiu 5,9% do Rendimento Disponível Bruto (RDB), o que correspondeu a uma redução significativa de 1,4 p.p. [pontos percentuais] relativamente ao trimestre anterior”, revela o relatório do INE.

De acordo com o organismo de estatística, este desempenho resultou de um aumento do consumo privado de 2,7% (variação em cadeia de 4,0% no trimestre anterior), superior ao crescimento do rendimento disponível (1,2%).

Comentários

topo