Vila Verde

Vindimas começaram no Minho e produtores esperam ‘boa pinga’

(c) Semanário V
Partilhe esta notícia!

A vindima é a colheita da uva. Num sentido mais lato a vindima engloba o período entre a colheita das uvas e o inicio da produção do vinho.

Alguns vinhos com Denominação de Origem são designados como “vindima tardia”. Estes têm de ser comercializados sob a sua variedade só podem ser monocastas, das variedades Gewürztraminer, Pinot Gris, Riesling, Muscat e ano de vindima.

São vinhos que não podem ser enriquecidos. Como o nome indica, a vindima tardia consiste em fazer uma apanha da uva mais tarde, dando tempo para que o fungo Botrytis Cinérea afete as uvas, o que confere ao vinho um sabor doce.

Em Portugal, a vindima ocorre em diferentes meses, consoante a espécie da uva e a localização das vinhas. Na região do Douro, a vindima é feita durante o mês de setembro, podendo estender-se até outubro.

No Minho o vinho verde é um ex-líbris e o Semanário V acompanhou uma vindima desde a colheita até à deposição das uvas nas cubas e o produtor fala em ano de ‘boa pinga’: “Este ano o vinho tem boa quantidade de álcool e espero ter aqui bom vinho, uma boa pinga em bom português”.

Comentários

topo