País

Apoio de 125 euros pode demorar seis meses a ser entregue aos contribuintes

Partilhe esta notícia!

O apoio de 125 euros está a ser providenciado aos contribuintes, mas, desde a passada quinta-feira, apenas foram pagos a 2,5 milhões de portugueses.

Cerca de 320 mil transferências não foram processadas devido a IBAN’s inválidos no Portal das Finanças. Contudo, a Autoridade Tributária conseguiu realizar, com sucesso, 87% das transferências ordenadas.

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, disse que o pagamento do apoio extraordinário pode ser feito em duas fases. A primeira fase é destinada aos contribuintes que têm o IBAN correto e confirmado e a segunda fase visa responder a todos os portugueses que se aperceberam que precisavam de fazer a atualização do IBAN no portal das Finanças.

O facto de muitos IBAN’s estarem inválidos pode estar relacionado a vários motivos, nomeadamente devido a enganos ao digitar um número, o IBAN registado estar associado a uma conta que, entretanto, foi encerrada, ou porque os contribuintes colocaram um IBAN de uma conta da qual não são titulares. Em circunstâncias em que os contribuintes apenas providenciam o IBAN para o IRS, é este que é tido em conta aquando do pagamento do apoio extraordinário de 125 euros.

Comentários

topo