VFactory

Águia não para de vencer. Saiba o segredo do Benfica em 2022

Partilhe esta notícia!

Numa incrível senda imbatível, qual o segredo do Benfica em 2022? Veja a resposta para a triunfante campanha dos encarnados na Liga e na Champions

Qual o segredo do Benfica em 2022? Descubra o que mudou nas águias?

Ainda sem derrotas, mesmo depois de defrontar colossos como o PSG e a Juventus, e da visita ao estádio do Dragão para defrontar o Porto na Liga, descubra o que mudou para melhor e qual o segredo do Benfica em 2022

A temporada de 2022-23 está a ser uma agradável surpresa para os adeptos do Benfica. Depois de dois anos sem troféus, o novo ano arrancou com uma impressionante maré de triunfos que está a surpreender Portugal e toda a Europa. E se nas últimas épocas a equipa entrava em campo como numa roleta casino, sem se saber qual seria o resultado dos jogos, este ano os adeptos e jogadores mostram uma crença inabalável na vitória.

Mas afinal, qual o segredo do Benfica em 2022? Ou será que, ao invés de uma única explicação, o que se passa é a conjugação de vários fatores dentro e fora de campo que contribuem para os resultados positivos surgirem com naturalidade? Descubra a resposta…

Organização e paz na estrutura foram essenciais

Para o sucesso em campo, uma das preocupações é manter os holofotes das polémicas longe do clube. Isso é o oposto do que aconteceu ao Benfica nos últimos anos, especialmente enquanto Luís Filipe Vieira esteve à frente dos encarnados. As polémicas e casos em tribunal foram-se sucedendo até à sua prisão e à entrada de Rui Costa para Presidente, momento em que finalmente as águias passaram a ter paz fora dos relvados.

Outro fator relacionado com a estrutura tem a ver com a organização da época. E este ano a escolha do treinador foi feita com bastante antecedência (antes do final da temporada anterior) e as contratações foram quase todas concretizadas antes do Seixal abrir. Isso é extremamente importante e um dos segredos do sucesso do Benfica em 2022, já que deu tempo ao treinador para implementar ideias e princípios de jogo logo no arranque da temporada.

Treinador é outro segredo do Benfica em 2022

A entrada de Roger Schmidt para o banco do SLB é outro dos motivos da revolução. O alemão, que veio com créditos firmados pelo excelente trabalho realizado no PSV Eindhoven, chegou e impôs um estilo de jogo diferente, marcado pela pressão alta e a procura do controlo da posse de bola.

Esta solidez defensiva e “fome de ter bola”, um estilo de jogo com passes e combinações constantes, e a objetividade na procura pelas balizas contrárias tem sido brindada com (muitos) golos marcados e poucos sofridos. E, como é do conhecimento geral, marcar muito e sofrer pouco é sempre um dos segredos para o triunfo de qualquer equipa.

Novas estrelas a surgir e a ressurgir

Por fim, há jogadores que estão a sobressair. Nos mais veteranos, há que destacar a excelente forma de Rafa Silva, o regresso aos bons desempenhos de Grimaldo, a recuperação do controlo do campo e dos adversários por Florentino e o rejuvenescimento de Otamendi.

Mas outro segredo do Benfica em 2022 é combinar esta experiência com o talento de novas estrelas. O destaque principal vai para Enzo Fernández, que chegou e pegou de estaca no meio-campo, controlando todas as operações dos encarnados, e para Gonçalo Ramos, que está a confirmar a veia goleadora que mostrou nos escalões de formação. Também oriundo do Seixal, António Silva tem surpreendido no centro da defesa, aproveitando o espaço deixado pela lesão de outra das revelações da temporada, Morato.

Como se pode concluir, não existe um segredo do Benfica em 2022. Existem, por sua vez, vários fatores que se combinam para uma estabilidade e uma sede de vitórias como há muito não se via na Luz. E é por isso que, mesmo ainda na fase inicial da temporada, os adeptos mostram toda a confiança e já cantam a plenos pulmões para pedir ao plantel a conquista do 38º título da história do clube.

Comentários

topo