Braga

Penálti polémico atira Sporting de Braga para a terceira posição na Liga Europa

Partilhe esta notícia!

O Sporting de Braga perdeu hoje com o Union Berlim, por 1-0, com um golo de grande penalidade muito contestada pelos minhotos, e já não depende de si para seguir em frente na Liga Europa de futebol.

Num jogo equilibrado, o triunfo caiu para a equipa alemã com um golo de Knoche, de penálti (68 minutos), e o surpreendente líder da Bundesliga ultrapassou o Sporting de Braga no segundo lugar do grupo D, agora com nove pontos, contra sete dos minhotos.

O lance decisivo surgiu após um cruzamento da direita, a bola tocou no braço de Fabiano e o árbitro inglês Craig Pawson, só depois de alertado pelo VAR e de visionar as imagens, assinalou a discutível e contestada grande penalidade.

À entrada para a última jornada, o Sporting de Braga já não depende de si para seguir para o ‘play-off’ de acesso aos oitavos de final da Liga Europa, sendo que o objetivo claramente assumido pelos seus responsáveis era ser primeiro do grupo – posição que será dos belgas do Union Saint-Gilloise, que hoje venceram os suecos do Malmö (2-0).

A equipa portuguesa começou muito bem a campanha europeia, com vitórias nas primeiras duas jornadas (Malmö e Union Berlin), mas depois só fez um ponto no duplo embate com o Union Saint-Gilloise, sendo que esteve a vencer em ambos: em casa, permitiu a reviravolta nos últimos minutos (1-2) e, fora, empatou 3-3 depois de estar a ganhar por 3-1.

Na última ronda, a turma de Artur Jorge tem que vencer o Malmö, último só com derrotas, e esperar que o Union Berlin não ganhe ao Saint Gilloise, na Bélgica.

Artur Jorge repetiu o ‘onze’ que começou o jogo com o Estoril Praia, na última jornada (vitória por 2-0), e a equipa controlou bem o forte ímpeto inicial da equipa da casa.

Ricardo Horta teve um remate forte e cheio de efeito de muito longe que obrigou o guardião contrário a defesa atenta (32) e, pouco depois, Abel Ruiz rematou cruzado já bem mais perto da baliza adversária, após passe de Iuri Medeiros, mas ao lado (36).

O Union Berlim teve duas boas ocasiões, por Becker, com um bom remate de primeira a que Matheus se opôs com uma grande defesa (38), e um cabeceamento de Trimmel um pouco por cima (40).

O Sporting de Braga entrou melhor na segunda parte e Fabiano, com um remate violento, pôs Frederik Ronnow à prova (57). No minuto seguinte, nova boa ocasião para o Sporting de Braga, mas Abel Ruiz, em excelente posição após um grande passe de Iuri Medeiros, só com o guarda-redes pela frente, não acertou na bola.

Com o Sporting de Braga mais assertivo, o árbitro Craig Pawson assinalou a tal grande penalidade que Knoche converteu (68).

Artur Jorge ainda demorou uns minutos para mexer na equipa, mas aos 75 minutos refrescou o meio-campo e as alas com André Horta e Rodrigo Gomes (saíram Castro e Iuri Medeiros) e o jovem extremo, logo no minuto seguinte, isolou-se e podia ter feito bem melhor.

O treinador dos bracarenses reforçou o ataque cinco minutos depois com a aposta em Banza (saiu Fabiano) e, aos 89 minutos, o Sporting de Braga quase empatou num livre direto de Ricardo Horta, no que seria um ‘frango’ do guarda-redes contrário.

Comentários

topo