Desporto

Amorim lembra que Sporting ainda tem objetivos para lutar nesta época

Partilhe esta notícia!

O treinador do Sporting lembrou hoje que ainda há objetivos para lutar nesta época, apesar de estar a 12 pontos do primeiro lugar da I Liga de futebol, afastado da Liga dos Campeões e Taça de Portugal.

Em conferência de imprensa de antevisão ao encontro com o Vitória de Guimarães, Ruben Amorim puxou pelo “orgulho” da sua equipa para encarar o que resta da temporada e frisou que os jogadores estão a lutar por mais do que as suas vidas e empregos.

“Perdemos alguns objetivos este ano, mas a vida continua. Ainda temos o campeonato, a Taça da Liga, a Liga Europa, portanto ainda há alguma coisa para lutar”, atirou Ruben Amorim, na sala de imprensa da Academia de Alcochete.

O técnico reconheceu, no entanto, que “é mais difícil” motivar os jogadores quando os objetivos principais estão tão distantes, mas lembrou que “há vários anos que se vão seguir” na carreira dos jogadores, “seja no Sporting ou noutro lugar” e que “toda a gente tem de pensar que estas fases acontecem”.

“Agora, é mais difícil de motivar [os jogadores]? É! Mas também já fui jogador e sei que começando a ganhar, e sei que é mais fácil falar do que fazer, toda essa motivação se transforma em objetivos. Há sempre objetivos e há sempre maneira de motivá-los”, assumiu o treinador ‘verde e branco’.

Nesse sentido, admitiu que o mau momento do Sporting “também é difícil para eles”, os jogadores, especialmente para “uma base que nunca viveu isto antes”, incluindo “Gonçalo Inácio” e “Pote [Pedro Gonçalves]”, por exemplo, que, disse o treinador, “estão revoltados”.

“Isso nota-se no jogo. Não estão perdidos, sabem sempre o que têm de fazer, mas obviamente que estão a viver este momento difícil e o que sinto neles é sempre a mesma vontade de trabalhar e alguma tristeza. O ambiente não é o mesmo, faz parte”, desvalorizou Amorim.

E sobre o próximo adversário, o técnico disse estar à espera de um Vitória de Guimarães “muito forte, que vem de um bom momento”, ao contrário dos ‘leões’, mas assumiu a vontade de que a sua equipa “seja dominadora” frente a um adversário que perdeu Marcus Edwards e Rochinha, mas segue no quinto lugar da I Liga.

“Disse apenas no balneário que tirámos os dois melhores jogadores ao Vitória [de Guimarães] e eles, mesmo assim, estão a fazer um excelente campeonato”, revelou Ruben Amorim, à ‘boleia’ de uma questão sobre Rochinha, “um jogador de muito talento”.

O Sporting recebe o Vitória de Guimarães no sábado, em encontro da 12.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol com início marcado para as 20:30, no Estadio José Alvalade, em Lisboa, e arbitragem de Manuel Mota (AF Braga).

A equipa orientada por Ruben Amorim venceu apenas três dos últimos 10 jogos disputados, num período em que foi eliminada da Taça de Portugal, pelo Varzim, da Liga 3, e afastada da Liga dos Campeões após perder em casa, com o Eintracht Frankfurt, na última jornada da fase de grupos.

Os ‘leões’ seguem em sexto lugar na I Liga, com 19 pontos, a 12 do líder, o Benfica, e atrás do adversário de sábado, o Vitória de Guimarães, que é quinto classificado, com 20 pontos, os mesmos que o Casa Pia, que ocupa o quarto lugar.

Comentários

topo