País

Emergência 112 Transfronteiriço previsto em toda a fronteira Portugal-Espanha

Partilhe esta notícia!

O 112 Transfronteiriço deverá estar a funcionar em toda a fronteira entre Portugal e Espanha em 2023, adiantou hoje a ministra da Coesão Territorial.

Falando em Braga, durante a ‘primeira etapa’ da 33.ª cimeira ibérica, Ana Abrunhosa disse que o objetivo é garantir uma resposta de urgência em saúde para portugueses e espanhóis em qualquer lado da fronteira, melhorando o serviço e racionalizando os meios.

“A ideia é que durante o ano de 2023 possamos fazer esse protocolo e na próxima cimeira possamos anunciar que já temos o 112 Transfronteiriço em toda a fronteira entre Portugal e Espanha”, referiu a ministra.

Hoje, será assinado durante a cimeira, em Viana do Castelo, um protocolo para formalizar a rede do 112 Transfronteiriço, após vários anos de experiências de cooperação entre o Norte de Portugal e a Galiza ao nível da proteção civil.

O protocolo é, de acordo com Ana Abrunhosa, “um projeto-piloto para assistência médica de urgência entre a Galiza e a região Norte de Portugal, que entrará logo em funcionamento após a assinatura”, operacionalizado Instituto Nacional de Emergência Médica de Portugal (INEM) e pela entidade de saúde da Galiza.

Segundo a ministra, o 112 Transfronteiriço vai garantir “assistência médica rápida e adequada em situações de urgência e de emergência, pelos meios que estão mais próximos, independentemente de serem portugueses e espanhóis”.

Além disso, acrescentou, “inclui assistência extra hospitalar, ou seja, depois de receber tratamento de urgência”, a mesma pessoa “poderá escolher onde deseja continuar a fazer o tratamento”, na sua zona de residência ou no local para onde foi transferido nessa primeira resposta, mesmo que seja do outro lado da fronteira.

O objetivo é replicar este protocolo e o projeto em todas as outras regiões de Portugal e de Espanha, país onde as competências de saúde são das regiões autónomas.

“Em Portugal, o serviço é centralizado no INEM, em Espanha terá de se fazer protocolos região a região”, disse ainda Ana Abrunhosa.

Os governos de Portugal e Espanha reúnem-se hoje na 33.ª cimeira ibérica, que tem como tema a inovação e vai juntar, além dos dois líderes de Governo, António Costa e Pedro Sánchez, 18 ministros dos dois executivos.

Comentários

topo